One piece

Post - Alfa Nerd

Seja bem-vindo, Sinta-se em casa!

Postamos todos os dias, buscando sempre conteúdo para deixar você a par de tudo o que acontece no mundo nerd. veja também o nosso canal no YouTube, lá postamos assuntos de series, filmes e tentamos jogar um pouco :)

Política de privacidade

One Piece 2022

One piece-400x300px

Vêm ai na Netflix um live action do one piece, o pirata Luffy em mais uma aventura dessa vez em carne e osso, estamos na espectativa de ver mais um anime se tornando um filme, até lá nos contentamos com o set de gravações. Olhe o video abaixo.

 

One piece set de filmagem

Como One Piece surgiu?



Oda começou a escrever One Piece em 1996, enquanto trabalhava como assistente de Nobuhiro Watsuki.[29] Começou com duas histórias em one-shot, intituladas Romance Dawn[29] —que mais tarde seria usado como o título do primeiro capítulo e volume de One Piece. Ambos apresentavam o personagem de Luffy e incluíam elementos que apareceriam mais tarde na série principal. A primeira dessas histórias curtas foi publicada em agosto de 1996 na Akamaru Jump e posteriormente em One Piece Red.

A segunda foi publicada na 41.ª edição da Weekly Shōnen Jump em 1996 e republicada na coleção de histórias curtas de Oda de 1998, Wanted!.[30]Ao criar uma fruta do diabo, Oda pensa em algo que satisfaria um desejo humano; ele acrescentou que não vê por que desenharia uma fruta do diabo, a menos que a aparência da fruta atraísse alguém a comê-la

.[31] Os nomes de muitos ataques especiais, assim como outros conceitos do mangá, consistem em uma forma de punição na qual as frases escritas em kanji são combinadas com uma leitura idiossincrática. Os nomes das técnicas de Luffy, Sanji, Chopper, Robin e Franky são frequentemente misturados com outras línguas, e os nomes de várias técnicas de espada de Zoro são projetados como piadas; alguns deles parecem assustadores à primeira vista, mas soam como tipos de comida quando lidos em voz alta. Por exemplo, o movimento Onigiri, de Zoro, significa corte demoníaco, mas é pronunciado da mesma forma que bolinho de arroz em japonês.

Eisaku Inoue, diretor de animação, disse que os criadores não usaram essas leituras de kanji no anime, uma vez que “poderiam ter diminuído as risadas pela metade”.[32] No entanto, o diretor Konosuke Uda disse que acredita que os criadores “fizeram o anime bem próximo do mangá”.[32]Oda mostrou-se “sensível” sobre como seu trabalho seria traduzido.[33] Em muitos casos, a versão anglófona do mangá de One Piece usa uma onomatopeia para várias onomatopeias usadas na versão japonesa. Por exemplo, “saaa” (o som da chuva leve, próximo de uma névoa) e “zaaa” (o som da chuva forte) foram ambas traduzidas como “fshhhhhhh”.

[34] Ao contrário de outros artistas de mangá, Oda desenha tudo o que se move para criar uma aparência consistente, deixando sua equipe desenhar os cenários com base em esboços que ele desenhou.[35] Quando um leitor perguntou por quem Nami estava apaixonado, Oda respondeu que dificilmente haveria casos de amor dentro da equipe de Luffy.

O autor também explicou que evita deliberadamente incluí-los em One Piece, já que a série é um mangá shōnen e os meninos que o leem não estão interessados em histórias de amor.[36]Oda revelou que ele originalmente planejou One Piece para durar cinco anos, e que ele já havia planejado o final. No entanto, ele descobriu que levaria mais tempo do que esperava. Oda afirmou que o final seria o que ele havia decidido no começo e que está comprometido em concretizá-lo.[37](fonte da pesquisa wikipédia)

Mangá

Escrito e ilustrado por Eiichiro OdaOne Piece tem sido serializado pela Weekly Shōnen Jump desde 22 de julho de 1997.[38] Os capítulos foram compilados em volumes tankōbon pela Shueisha desde 24 de dezembro de 1997.[39] No total, há 1036 capítulos e 101 volumes tankōbon.[40] 

Oda, em parceria com Akira Toriyama, criou um crossover de One Piece e Dragon Ball, de Toriyama. Intitulado Cross Epoch, o one-shot foi publicado na edição de 25 de dezembro de 2006 da Weekly Shōnen Jump e na edição de abril de 2011 da Shonen Jump.[41] Oda colaborou com Mitsutoshi Shimabukuro, autor de Toriko, para um one-shot crossover de suas séries intitulado Taste of the Devil Fruit (実食! 悪魔の実!! Jitsushoku! Akuma no Mi!!?, lit. “The True Food! Devil Fruit!!”),[42] lançado na edição de 4 de abril de 2011 da Weekly Shōnen Jump.

A série spin-off One Piece Party (ワンピースパーティー Wan Pīsu Pātī?), escrita por Ei Andō em estilo chibi, sendo serializado na edição de janeiro de 2015 da Saikyō Jump.[43]

O mangá de One Piece foi licenciado em inglês pela Viz Media, publicando em capítulos na revista Shonen Jump, desde o lançamento da mesma em novembro de 2002, e em volumes encadernados desde 30 de junho de 2003.[44][45][46] Em 2009, Viz anunciou o lançamento de cinco volumes por mês durante a primeira metade de 2010 para alcançar a serialização no Japão.[47] Após a descontinuação da Shonen Jump, a Viz começou a lançar One Piece capítulo a capítulo em seu sucessor digital Weekly Shonen Jump em 30 de janeiro de 2012.[48] No Reino Unido, os volumes foram publicados pela Gollancz Manga, começando em março de 2006,[49] até a Viz Media assumir o controle depois do décimo quarto volume.

[50][51] Na Austrália e Nova Zelândia, os volumes em inglês foram distribuídos pela Madman Entertainment desde 10 de novembro de 2008.[52] Na Polônia, o mangá é licenciado pela Japonica Polonica Fantastica,[53] Glénat na França,[54] Panini Comics no Mexico e Brasil,[55][56] LARP Editores e posteriormente Ivrea na Argentina,[57][58] Planeta de Libros na Espanha[59] e Edizioni Star Comics na Itália.[60]

Uma curiosidade sobre os mangás como um todo é a sua maneira de se expressar usando apenas imagens, em especifico como eles mostram as emoções dos personagens ao acrescentar simples formas ou cores que podem significar muita coisa, como por exemplo os olhos em espiral para demonstrar tontura ou as veias em destaque na testa para expressar raiva.[61]

Veja também: o que One piece e dragon ball tem em comum

5 One piece

 

 

Posted in , ,

admin alfa